Vitamina B12


A vitamina B12 protege as células e o cérebro e está envolvida na formação de sangue. Se as suas reservas estão esgotadas, isto permanece muitas vezes despercebido por um longo tempo - e pode ter consequências.

Vitamina B12 – Vitamina para o sangue, cérebro e células

A vitamina B12 éimportante para as nossas células, para a formação do sangue, para o nosso cérebro e muito mais. Contudo, muitas vezes não notamos que as nossas reservas estão lentamente a esgotar-se durante anos. O que pode ajudar: vigiar os níveis vitamínicos e contrariando-o com uma alimentação especial ou suplementos.

A falta de vitamina B12 é considerado um típico problema vegan - mas não só os afeta. Uma coisa é certa: a vitamina encontra-se principalmente em alimentos de origem animal. Qualquer pessoa que consuma comida vegan deve tomá-la em suplementos alimentares. Mas mesmo alguns vegetarianos e omnívoros têm carência de vitamina B12. Realmente são encontradas grandes quantidades principalmente nos miúdos e peixes, ou seja, em alimentos que não estão no menu de muitos comedores de carne. Os grupos de risco também incluem gestantes, idosos, pessoas com pancreatite e diabetes mellitus do tipo 2.

O que pode esperar neste artigo - Um Olhar Breve:

Ingestão de vitamina B12: A vitamina solúvel em água protege as células nervosas, ajuda na formação de sangue e dá energia ao corpo. Encontra-se quase exclusivamente em alimentos de origem animal, especialmente carne e peixe. O nosso corpo armazena vitamina B12 no fígado até três anos.

Deficiência de vitamina B12: Os vegetarianos e vegans que não tomam suplementos de vitamina B12 têm muitas vezes falta de vitamina B12, mas isto também acontece em pessoas idosas e mulheres grávidas. Certas doenças fazem com que seja mais provável ter-se deficiência da vitamina B12, tal como a diabetes e a pancreatite.

Sintomas e consequências: Uma deficiência ocorre frequentemente durante muitos anos sem sintomas até as reservas estarem vazias - que podem ser acompanhadas por danos nervosos, anemia e de um aumento do risco de ter umas doença cardiovascular.

Teste: Pode testar os seus valores de vitamina B12 com uma amostra de sangue. O valor da holotranscobalamina é considerado um sinal de aviso precoce de uma falta de vitamina.

Tratamento: Se sabe que sofre de uma deficiência, pode incorporar alimentos ricos em vitamina B12 na sua dieta de forma direcionada. Pode compensar uma deficiência significativa com suplementos dietéticos. Estão disponíveis cápsulas e gotas, assim como injeções de doses elevadas, que são administradas por médicos em casos de deficiências muito graves.

O que é a Vitamina B12;

A vitamina B12 é uma vitamina essencial. Isto significa que o seu corpo não consegue produzi-la sozinho e tem que consumi-la através de alimentos. Tal como as outras vitaminas do complexo B, é também uma vitamina solúvel em água. As vitaminas solúveis em água são excretadas regularmente através dos rins e da urina. Como regra, elas têm que ser continuamente consumidas porque o corpo não consegue armazená-las. Com uma exceção: os estudos demonstraram que o seu corpo pode armazenar vitamina B12 no fígado durante dois a seis anos[1].

É por isso que a vitamina B12 também é conhecida como cobalamina pois a sua estrutura química contém o metal pesado cobalto. As formas bioquimicamente ativas de vitamina B12 que são eficazes no corpo são a metilcobalamina e a 5-adenosilcobalamina[2].

O corpo pode utilizar diretamente a forma bioquimicamente ativa de um nutriente - isto significa que tem um efeito imediato[3].

A vitamina B12 é muito sensível á luz e ao ar. Quando prepara uma refeição, ao por exemplo cozinhar os alimentos, eles perderão aproximadamente em média doze por cento do seu teor de vitamina B12[4].

Que efeito tem a vitamina B no corpo?

Neurónios - A vitamina B12 protege as células nervosas

A vitamina B12 desempenha um papel importante em inúmeros processos metabólicos. Está envolvida no metabolismo do folato, na formação do sangue e na decomposição de ácidos gordos, entre outros processos.

Processos metabólicos centrais adicionais que envolvem a vitamina B12[4]:

  • Formação de ADN
  • Proteção e regeneração nervosa
  • Divisão celular e respiração
  • Hematopoiese
  • Síntese da substância mensageira
  • Desintoxicação

A vitamina B12 e o metabolismo do ácido fólico

Tal como a vitamina B12, o ácido fólico pertence ao grupo de vitaminas do complexo B. Os nomes anteriores do ácido fólico eram vitamina B9 e B11. Uma deficiência de vitamina B12 provoca uma deficiência de ácido fólico porque o corpo necessita de vitamina B12 para converter o ácido fólico na sua forma ativa. Entre outras coisas, uma deficiência de ácido fólico pode conduzir á anemia e aumentar o risco de doença cardiovascular. Mas tenha cuidado: um excesso de ácido fólico pode conduzir a uma deficiência de vitamina B12.[3–6].

Vitamina B12 e formação de sangue

A vitamina B12 é uma ajuda importante na formação de sangue. Promove o processo de maturação das células vermelhas do sangue, os eritrócitos. A vitamina está envolvida na formação de ADN e na divisão celular e, portanto, estimula a produção de glóbulos vermelhos.[3–5]

A vitamina B12 e os neurónios

Vitamina B12 também é conhecida como uma neurovitamina. É responsável pela produção da camada de mielina que é uma membrana que circunda as células nervosas. A mielina protege as células e ajuda a transmitir sinais de célula para célula.[7].

Como posso obter a vitamina B12?

Para que a vitamina B12 efetue as suas importantes funções no corpo, ela deve ser consumida através de alimentos ou suplementos alimentares.

Como é que a vitamina B12 é consumida através de alimentos?

A vitamina B12, que ingere através da sua dieta, entra primeiro no estômago. Lá o ácido do estômago liberta-a e liga-a a determinadas proteínas. No intestino, a membrana mucosa do intestino delgado pode então absorver a vitamina e passá-la para o sangue. Depois as proteínas de transporte, as transcobalaminas, transportam vitamina B12 para todas as células do corpo e para o fígado.

É bom saber: o seu corpo absorve só um a três por cento da vitamina B12 existente numa refeição. Portanto, ajuda a sua ingestão se comer alimentos contendo vitamina B12 ao longo do dia.

Se as proteínas de transporte importantes surgirem muito raramente, por exemplo, devido a um defeito genético, não é possível distribuir a vitamina B12 corretamente no corpo. Esta é uma causa possível de uma deficiência da vitamina B12.[4, 8, 9]

Para que a ingestão de vitamina B12 funcione sem problemas, o estômago, o pâncreas e os intestinos devem funcionar corretamente. Se algum desses órgãos não está a funcionar corretamente, isto pode conduzir a uma deficiência de vitamina B12. As seguintes doenças pioram a absorção de vitamina B12[3, 12, 14]:

  • Gastrit3, inflamação da mucosa gástrica.
  • danos à membrana mucosa do intestino delgado, como a doença de Crohn
  • Pancreatite, inflamação do pâncreas.

ébom saber: cerca de dois a cinco microgramas de vitamina B12 são armazenados no corpo. Metade acumulam-se no fígado - e pode permanecer lá durante quase três anos[4, 8].

Que alimentos contêm Vitamina B12?

Alimentos que contêm vitamina B12 - carne, miúdos, peixe, ovos, queijo

A vitamina B12 encontra-se principalmente em alimentos de origem animal, como a carne, o peixe, os ovos e o leite. Tem sido debatido se as algas são uma alternativa vegan. Entretanto, até agora, os investigadores só encontraram uma forma da vitamina nas algas denominadas Nori, que é possível os seres humanos absorverem - no entanto, as quantidades são demasiado pequenas e nem todos somos capazes de absorver esta forma da vitamina. Os vegans, necessitam, portanto, de consumir suplementos alimentares ou alimentos enriquecidos com vitamina B12, por exemplo, sumos, para suprir as suas necessidades.

A tabela a seguir faculta uma visão geral dos alimentos que contêm muita vitamina B12. De acordo com a Sociedade de Nutrição Alemã, cada adulto tem uma exigência diária de 4,0 microgramas de vitamina B12[11–13].

Vitamina B12 - conteúdo por porção (microgramas por 100 gramas)

Carne e peixe 

Alimentos vegetarianos

Fígado bovino - 91 µg

 

Queijo suíço – 3,1 µg

Fígado de vitela– 60 µg

Camembert – 2,6 µg

Fígado de porco– 39 µg

Edam – 1,9 µg

Rim bovino – 33 µg

Requeijão – 2,0 µg

Cavala– 9 µg

Ovo de galinha – 1,9 µg

Arenque – 8,5 µg

Quark – 0,8 µg

Salmão - 4,7 µg

Leite gordo – 0,4 µg

Atum – 4,3 µg

Creme – 0,4 µg

Borrego – 2,7 µg

Iogurte – 0,4 µg

Filémignon – 2,0 µg

 

Salame – 1,4 µg

 

Presunto – 0,6 µg

 

Peito de peru – 0,5 µg

 

É bom saber: é quase impossível haver uma overdose de vitamina B12 de forma natural. O corpo normalmente excreta o excesso de vitamina B12 através dos rins e da urina. Apenas quando se tomam doses elevadas de vitamina B12 durante um longo período de tempo é que é possível haver um excesso para os rins a ser sobredosagem.

Qual é a dose diária recomendada de vitamina B12?

Para que a vitamina B12 posse efetuar todas as suas funções no corpo, necessitamos ingeri-la através da comida. No início de 2019, a Sociedade de Nutrição Alemã (DGE) aumentou significativamente as suas recomendações de ingestão diária da vitamina B12. Agora recomenda uma ingestão diária de 4,0 microgramas para adolescentes com 13 anos ou mais e para adultos. As necessidades para as crianças dependem da sua idade, por exemplo, 0,5 microgramas para lactentes até aos quatro meses de idade e 3,5 microgramas para crianças entre 10 e 13 anos. As mulheres grávidas necessitam de 3,5 microgramas e as mulheres a amamentar 4,0 microgramas por dia.[14].

O Instituto Nacional de Saúde dos EUA (NIH) recomendam valores que são significativamente inferiores ás recomendações mais recentes da DGE. Por exemplo, deve ser garantida uma ingestão diária de 2,4 microgramas de vitamina B12 para adolescentes com idade igual ou superior a 14 anos e adultos. Por outro lado, as mulheres grávidas devem consumir 2,6 microgramas por dia e as mulheres a amamentar 2,8 microgramas[15].

Recomendações para a ingestão diária de vitamina B12 (em microgramas, µg):

 

DGE (Alemanha)

NIH (EUA)

Crianças

0,5 a 3,5 µg

0,4 a 1,8 µg

Adultos

4,0 µg (depois dos 13 anos)

2,4 µg (depois dos 14 anos)

Mulheres a amamentar

5,5 µg

2,8 µg

Mulheres grávidas

4,5 µg

2,6 µg

 

O corpo pode produzir sua própria Vitamina B12?

As vacas podem produzir a sua própria vitamina B12

Alguns animais, especialmente os ruminantes, como as vacas, conseguem produzir a vitamina B12 por si próprios. Inúmeras bactérias numerosas vivem no seu rúmen e produzem a vitamina B12 a partir da comida, que é então absorvida na corrente sanguínea [16]. Este é também o motivo pelo qual a carne bovina contém vitamina B12.

O corpo humano pode também produz vitamina B12? Os cientistas ainda estão a debater isto. As bactérias intestinais no nosso trato digestivo provavelmente conseguem produzir vitamina B12 - mas eles fazem isso no lugar errado, ou seja, no cólon. No entanto, a vitamina B12 é absorvida na corrente sanguínea no intestino delgado. Portanto, a vitamina produzida não entra no sangue ou no fígado. Em vez disso, é excretada através das fezes. Se a própria produção do corpo de vitamina B12 contribui para o suprimento de vitamina B12 isso ainda é um tema controverso.[17].

Sabia que? Alguns mamíferos vegetarianos não obtêm suficiente vitamina B12 na sua dieta normal. Entre outros, os porquinhos-da-índia e os ratos encontraram uma solução extremamente apetitosa: comem as suas fezes, que contém a vitamina B12 produzida no cólon[18].

Deficiência de vitamina B12 - Causas 

A deficiência de vitamina B12 é um problema generalizado. Os estudos mostraram que cerca de seis por cento das pessoas até aos 60 anos nos EUA e na Grã-Bretanha não têm níveis suficientes de vitamina B12, e as pessoas mais idosas ainda mais frequentemente[19].

Muitos dos que sofrem disso provavelmente não estão sequer cientes de que lhes falta uma vitamina importante. Uma deficiência de vitamina B12 geralmente não é observada por um longo tempo. Como o fígado armazena a vitamina, pode demorar anos até se experienciar sintomas. A desvantagem disto é que, enquanto as reservas são secretamente esvaziadas, podem ocorrer sérios problemas de saúde a longo prazo, como anemia, danos nervosos e redução da visão.[1, 3, 4]

Quais são as causas de uma deficiência de Vitamina B12?

A deficiência de vitamina B12 pode afetar qualquer pessoa. Aqueles que têm uma dieta pouco saudável e desequilibrada podem não obter vitamina B12 em quantidades suficientes e desenvolver uma deficiência a longo prazo. Existem alguns grupos de risco que são frequentemente afetados[20]:

  • Vegans e Vegetarianos 
  • Pessoas idosas
  • Mulheres grávidas e a amamentar
  • Pessoa após uma operação ao estômago
  • Pessoas com pancreatite crónica ou diabetes do tipo 2
  • Pessoas cronicamente stressadas

Dietas Vegetarianas e Vegan

Uma causa comum de deficiência de vitamina B12 é uma dieta vegan ou vegetariana. A vitamina B12 encontra-se quase exclusivamente em alimentos de origem animal, e os vegans só conseguem satisfazer as suas necessidades com suplementos dietéticos. Por outro lado, os vegetarianos, podem contar com o queijo, o leite, os ovos e o requeijão. No entanto, estes alimentos contêm quantidades de vitamina B12 significativamente mais baixas do que carne e o peixe - por isso até mesmo uma dieta vegetariana está associada com um aumento do risco de deficiência.

Os investigadores estão atualmente a investigar se a p procura poderia ser satisfeita por alimentos vegetais, como cogumelos e algas. Determinadas algas contêm vitamina B12, mas a investigação demonstrou que é em formas que o organismo humano não consegue utilizar. O mesmo pode ser verdade para os cogumelos shiitake, mas os estudos ainda estão a decorrer[21, 22].

A nutrição é provavelmente também o motivo para a diferença entre sexos nas reservas de vitamina B12. Um estudo da sociedade americana de microbiologia mostrou que os homens consomem produtos de origem animal, como a carne, mais frequentemente do que as mulheres. E de acordo com o Estudo de Consumo Nacional II, os homens consomem vitamina B12 mais frequentemente do que as mulheres[22, 23].

Sabia que? De acordo com as estatísticas, cerca de 1 milhão pessoas na Alemanha agora têm uma dieta vegan. Há cerca de 8 milhões vegetarianos - um em cada dez alemães vivem sem carne.

Deficiência de vitamina B12 com aumento da idade

A idade também é um fator de risco. Na Alemanha, quase um quarto das pessoas acima de 65 anos padecem de uma deficiência de vitamina B12. Isto é em parte devido ao facto de as pessoas mais idosas sofrerem frequentemente de doenças crónicas, tomarem vários medicamentos e os seus hábitos de alimentação mudarem com a idade[24, 25]. Para além disso, os idosos produzem menos ácido gástrico. No entanto, é necesário ácido estomacal separar a vitamina B12 dos alimentos de modo que possa mais tarde ser absorvida no sangue.[26].

Medicações que promovem a deficiência de vitamina B12

Deficiência de vitamina B12 em mulheres grávidas e a amamentar

As mulheres grávidas e a amamentar não só têm de obter vitamina B12 para elas - como para o seu bebéem crescimento. Em resultado disso, elas têm uma necessidade acrescida e devem urgentemente evitar ficar com poucas reservas. As reservas de vitamina B12 desempenham um papel decisivo no desenvolvimento físico e mental das crianças antes do seu nascimento e após o seu nascimento. No pior caso, uma deficiência extrema de vitamina B12 durante a gravidez pode até levar ao aborto espontâneo[28].

Doença e cirurgia

As pessoas que sofrem de pancreatite, uma inflamação do pâncreas, muitas vezes sofrem de um défice de vitamina B12. Falta-lhes a enzima tripsina, que é necessária para a absorção da vitamina B12[29].

Estudos também mostraram que as pessoas com diabetes mellitus do tipo 2 que tomam o medicamento metformina muitas vezes têm dificuldades com a vitamina B12. Parece que a metformina interfere com a absorção de vitamina[30].

Deve igualmente assegurar-se de que recebe a vitamina B12 através de suplementos dietéticos após a remoção gástrica cirúrgica. O estômago desempenha um papel decisivo na utilização da vitamina B12, e após a remoção ou redução, a absorção é muitas vezes prejudicada[3].

Deficiência em vitamina B12 - Sintomas e Consequências

Possíveis consequências da deficiência em vitamina B12

Os sintomas da deficiência de vitamina B12 são variados e muitas vezes não específicos, tornando-a difícil de detetar.

Quais são os sintomas da deficiência de vitamina B12?

A vitamina B12 está envolvida em inúmeros processos metabólicos no corpo e, portanto, fornece-nos energia, entre outras coisas. Uma deficiência de vitamina B12 prejudica o desempenho físico e mental e, portanto, leva a uma pessoa tenha menos energia. Os seguintes sintomas também podem ocorrer[27]:

  • Fadiga e exaustão
  • Dores de cabeça e dificuldade de concentração
  • Problemas digestivos
  • Depressão

Mesmo se nenhum dos sintomas acima estão presentes: Uma deficiência extrema da vitamina B12 pode ter consequências sa saúde se permanecer não detetada ou não tratado por muito tempo.

Anemia

Se o corpo não tem vitamina B12 suficiente, a divisão celular da medula óssea é perturbada. Como resultado, há menos glóbulos vermelhos a serem produzidos lá. O resultado: a designada anemia perniciosa, uma forma especial de anemia. Esta anemia éacompanhada por palidez, fadiga, desempenho reduzido e concentração[30].

Deficiência de oxigénio

Uma carência de vitamina B12 também afeta o transporte de oxigénio. A vitamina B12 ajuda a pôr ferro no sangue - o ferro, por sua vez, transporta o oxigénio através do corpo. A insuficiência de oxigénio no organismo está associada á diminuição do desempenho e da concentração, da imunodeficiência, da exaustão e da fadiga[1, 26].

Distúrbios neurológicos e depressão

A vitamina B12 é responsável pela proteção dos neurónios. Se a vitamina não conseguir cumprir esta responsabilidade devido a uma deficiência, são formadas menos fibras nervosas na medula espinhal. Isto pode conduzir a sintomas neurológicos tais como[26]:

  • Nervosismo e irritabilidade
  • Dor, dormência ou "formigueiro" nas mãos, braços, pés e pernas
  • Fadiga
  • Depressão

Os cientistas ainda estão a investigar as conexões exatas entre a vitamina B12, o ácido fólico e a depressão. Uma teoria comum é baseada no aminoácido homocisteína. Se não houver vitamina B12 suficiente no corpo, há demasiada homocisteína - e um excesso deste aminoácido pode danificar o tecido cerebral interromper a transmissão do sinal. Isto, por sua vez, conduz ás mudanças de humor e á depressão[31].

Também está a ser investigado se as preparações que contêm vitamina B12, ácido fólico e vitamina B6 podem aliviar os sintomas depressivos. Os resultados ainda não são claros. Alguns investigadores recomendam tomar ácido fólico (800 microgramas por dia) e vitamina B12 (1 miligrama por dia) para ajudar a tratar a depressão.[32, 33].

Deficiência de vitamina B12 e demência

Os sintomas de uma deficiência pronunciada da vitamina B12 são similares áqueles de outras doenças neurológicas - a dor e a dormência, por exemplo, podem igualmente ocorrer em hérnias discais. Este é outro motivo pelo qual uma deficiência de vitamina B12 é muitas vezes diagnosticada muito tarde.

Com o tempo, a deficiência de vitamina B12 pode causar danos nas células nervosas afetadas e anemia - e pode fazer com que seja mais provável o surgimento da doença Alzheimer. As conexões ainda não foram esclarecidas e os estudos até agora não conseguiram produzir resultados consistentes. No entanto, há indícios de que uma oferta ideal de vitaminas do complexo B e ácido fólico pode contribuir para uma boa aptidão mental na velhice.[40].

A doença Alzheimer é uma perturbação cerebral que quase sempre ocorre em pessoas com idade acima de 60. De acordo com um estudo, afeta 14 por cento das pessoas acima de 70 e 37 por cento das pessoas acima de 90. A doença de Alzheimer manifesta-se principalmente na memória, orientação e distúrbios da fala, assim como alterações de personalidade[34].

Deficiência de vitamina B12 e doenças cardiovasculares

A deficiência de vitamina B12 pode contribuir para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como insuficiência cardíaca, acidente vascular cerebral e ataque cardíaco.

O que a vitamina B12 tem em comum com o sistema cardiovascular? É principalmente o aminoácido homocisteína.  A vitamina B12 decompõe a homocisteína e converte-a noutras substâncias que contribuem para o metabolismo do ácido fólico. Se o seu corpo não tiver vitamina B12 suficiente disponível, ele divide menos homocisteína[41]. A concentração do aminoácido aumenta - e com ele o risco de arteriosclerose, ou seja, calcificação e estreitamento dos vasos sanguíneos. Este é um dos fatores de risco mais fortes de ataque cardíaco, AVC e outras doenças cardiovasculares[42].

ébom saber: as doenças cardiovasculares são responsáveis por um terço das mortes em todo o mundo - e a tendência está a subir[42].

Outras causas possíveis de uma deficiência de vitamina B12

Uma visão reduzida também pode ser um sinal de deficiência de cobalamina. A participação da vitamina B12 em determinadas substâncias e hormonas mensageiras pode igualmente conduzir a distúrbios psicológicos tais como a depressão e à psicose. Se houver falta de vitamina B12, o metabolismo energético também é perturbado, o que pode levar á fraqueza muscular, exaustão, fadiga e falta de concentração. Uma deficiência também pode se manifestar em distúrbios digestivos, como perda de apetite, diarreia, constipação e reações inflamatórias na boca, estômago e intestinos[3].

Teste de Vitamina B12 –

Uma análise ao sangue irá dizer-lhe mais acerca das suas reservas de vitamina B12. Podem ser medidos vários nÍveis. Holo-Transcobalamina (holo-TC) é um parâmetro particularmente significativo. A Holo-Transcobalamina é a forma de transporte de vitamina B12, que se liga a proteínas no sangue. É a única forma que pode ser absorvida por todas as células do corpo. Um baixo nível de Holo-TC é um sinal de alerta precoce de uma deficiência de vitamina B12.

Como posso medir o meu nível de vitamina B12?

Autoteste de Vitamina B12 de cerascreen Pode efetuar um teste de vitamina B12 com ajuda de um médico ou um outro profissional de saúde. Uma outra alternativa é efetuar um teste em casa, como o nosso teste de Vitamina B12 cerascreen®.

Para o teste, retira algumas gotas de sangue com uma picada no seu dedo e envia a sua amostra de sangue ao nosso laboratório especialista. Após a sua análise, receberá um relatório pormenorizado do resultado com o seu nível de Holo-Transcobalamina assim como recomendações concretas para melhorar o seu nível de vitamina B12.

Deficiência de vitamina B12 - Tratamento

Se notou ter níveis insuficientes de vitamina B12 ou uma deficiência de vitamina B12, a solução é clara: tem que aumentar as suas reservas de vitamina B12. Que pessoa deve tomar dependem da extensão da sua carência. Se sofre de uma deficiência severa, deve consultar um médico para verificar se a deficiência tem possíveis consequências para sua saúde.

Geralmente, há três diferentes maneiras de melhorar os níveis de vitamina B12:

  • Incluir deliberadamente mais alimentos ricos em vitamina B12 em sua dieta
  • Usar suplementos de vitamina B12 na forma de comprimidos, cápsulas, ou gotas.
  • Obter injeções de doses elevadas de vitamina B12

Como faço para satisfazer as minhas necessidades diárias com alimentos?

Alimentos que satisfazem as doses diárias de vitamina B12

A vitamina B12 nos alimentos encontra-se exclusivamente em alimentos de origem animal. Se é um adulto e não está a amamentar, pode satisfazer as suas necessidades diárias com 100 gramas de atum, 150 gramas de borrego ou 100 gramas de salmão. Como alternativas vegetarianas pode consumir 200 gramas de requeijão ou dois ovos de galinha.[4].

No entanto, tenha em mente que a vitamina B12 pode ser perdida dependendo de como prepara um alimento. A vitamina é muito sensível ao calor e á luz. O calor pode destruir a vitamina, portanto assar ou cozinhar reduz o teor de vitamina B12 num alimento[3].

Quando devo receber injeções de vitamina B12?

A vitamina B12 também pode ser injetada no músculo. Estas injeções são doses muito elevadas. Os médicos geralmente administram-nas para repor rapidamente reservas esgotadas de vitamina B12. Neste caso, receberá geralmente uma injeção uma vez por mês. As injeções de vitamina B12 são particularmente apropriadas para pessoas que sofrem de distúrbios digestivos, o que significa que não há vitamina B12 suficiente a entrar na corrente sanguínea do estômago[27].

Preparações de vitamina B12

Para compensar uma deficiência de vitamina B12, pode consumir preparações de doses elevadas. Estes suplementos dietéticos estão geralmente disponíveis na forma de cápsulas ou gotas e são muitas vezes vegan.

As boas preparações de vitamina B12 contêm a vitamina numa das suas formas ativas, a metilcobalamina ou a adenosilcobalamina. Elas são referidas como preparações com alta biodisponibilidade - ou seja, que o corpo pode utilizar de forma rápida e eficaz[3, 36].

Os suplementos não devem conter qualquer aditivos que possam interferir com a ação da vitamina. A combinação com substâncias que promovem a absorção pelo corpo énovamente recomendada. A vitamina B12 funciona bem com outras vitaminas do complexo B e  ácido fólico.

Como faço para consumir preparações de vitamina B12?

De acordo com várias autoridades e estudos de saúde, recomenda-se uma quantidade de 500 a 2.000 microgramas de vitamina B12 por dia. Não é possível dizer exatamente quanto vai precisar para fazer aumentar os seus níveis. Isto varia dependendo de quão boas são as reservas da vitamina. Por exemplo, pode fazer sentido tomar uma dose de 1.000 microgramas diariamente no início, depois semanalmente e, em seguida, mensalmente assim vez que o nível de vitamina tenha estabilizado novamente[36, 37].

Pasta de dentes com vitamina B12

Melhorar os níveis de vitamina B12 com uma pasta de dentes

Pode suprir as suas necessidades da vitamina B12 ao escovar os seus dentes? De acordo com novos estudos, isto pode realmente funcionar. Uma pasta de dentes enriquecida com vitamina B12 foi capaz de melhorar os valores de B12 dos participantes do estudo. A vitamina é absorvida através da mucosa oral ao escovar os dentes. Isto é vantajoso para as pessoas cujo trato gastrointestinal está perturbado e não pode efetivamente absorver as preparações de gotas e cápsulas[39, 40].

Posso ter uma overdose de Vitamins B12?

Até agora, não houve relatos de overdoses de vitamina B12. O corpo geralmente simplesmente excreta o excesso de vitamina solúvel na água através dos rins. No entanto, não faça experiências: ao tomar suplementos dietéticos, siga as recomendações ou instruções do seu médico, terapeuta ou fabricante do suplemento. É melhor realizar um teste de vitamina B12 para descobrir se precisa melhorar os seus níveis[41].

Vitamina B12 – Um olhar breve

O que é a Vitamina B12?

A vitamina B12 é uma vitamina solúvel em água que precisa para consumir através da sua dieta ou suplementos dietéticos.

O que a vitamina B12 faz pelo seu corpo?

As principais tarefas da vitamina incluem a formação de sangue, proteção de neurónios, divisão celular e suporte do metabolismo do ácido fólico.

Como posso garantir que recebo vitamina B12 suficiente?

A vitamina B12 encontra-se em alimentos de origem animal. Se também suprir as suas necessidades com alimentos de origem vegetal, como algas ou fungos isso necessita ser investigado ainda mais. As mulheres grávidas, mães a amamentar, idosos e pessoas com doenças gastrointestinais necessitam de mais vitamina B12.

Quais são as causas de uma deficiência de vitamina B12?

Frequentemente, uma dieta vegan, vegetariana ou simplesmente inadequada conduz a uma deficiência. Outras causas são medicamentos que inibem o ácido gástrico, certas doenças como diabetes e pancreatite, e distúrbios metabólicos genéticos.

Quais são os sintomas de uma deficiência de vitamina-B12?

A deficiência de vitamina B12 está associada á depressão, problemas digestivos, anemia, má concentração e distúrbios neurológicos. Uma deficiência severa pode reduzir o desempenho e promover o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e demência.

Como posso combater uma deficiência de vitamina B12?

Se lhe foi detetada uma deficiência, por exemplo, através de uma análise ao sangue, pode tomar contramedidas, como ter uma dieta rica em vitamina B12 ou recorrer a suplementos dietéticos ou injeções.

O que devo saber sobre as preparações de zinco?

Só deve consumir preparações se tiver uma deficiência de zinco. Caso contrário, corre o risco de envenenamento por zinco. Os compostos tais como o histidina, gluconato e o bisglicinato de zinco são os mais apropriados. Não se recomenda tomar quantidades elevadas de medicamentações ou de outros minerais ao mesmo tempo. A administração deve ser discutida com um médico.

Fontes

  1. Folate, I. of M. (US) S.C. on the S.E. of D.R.I. and its P. on, Vitamins, O.B., Choline, A.: Estimation of the Period Covered by Vitamin B12 Stores. National Academies Press (US) (1998)
  2. W. Kaim, B. Schwedersk: Bioanorganische Chemie – Zur Funktion chemischer Elemente in Lebensprozessen. Teubner (2005)
  3. Die ganze Welt der Vitamine, Mineralstoffe und Enzyme. garant Verlag GmbH, Renningen (2016)
  4. Kasper, H., Burghardt, W.: Ernährungsmedizin und Diätetik. Elsevier, Urban & Fischer, München (2014)
  5. Arens-Azevêdo, U., Pletschen, R. und Schneider, G.: Ernährungslehre: zeitgemäß, praxisnah. Bildungsverlag EINS GmbH., Köln (2011)
  6. Vitamin B12 | DACH Liga Homocystein, http://www.dach-liga-homocystein.org/content/vitamin-b12
  7. Myelin, http://www.nationalmssociety.org/What-is-MS/Definition-of-MS/Myelin
  8. Froese, D.S., Gravel, R.A.: Genetic disorders of vitamin B12 metabolism: eight complementation groups – eight genes. Expert Rev Mol Med. 12, (2010). doi:10.1017/S1462399410001651
  9. Ärzteblatt, D.Ä.G., Redaktion Deutsches: Ursachen und frühzeitige Diagnostik von Vitamin-B12-Mangel, https://www.aerzteblatt.de/archiv/61696/Ursachen-und-fruehzeitige-Diagnostik-von-Vitamin-B12-Mangel
  10. Vitamin B12-Versorgung bei veganer Ernährung: So geht’s!, https://www.peta.de/b12#.WrPEPojwa72
  11. Deutsches Grünes Kreuz für Gesundheit e.V.: Vorkommen von Vitamin B12, https://dgk.de/gesundheit/mikronaehrstoffe/lexikon/vitamine/vitamin-b-12-cobalamin/vorkommen-von-vitamin-b12.html
  12. National Institutes of Health: Office of Dietary Supplements - Vitamin B12, https://ods.od.nih.gov/factsheets/VitaminB12-HealthProfessional/
  13. Deutsche Forschungsanstalt für Lebensmittelchemie: Der kleine Souci/Fachmann/Kraut. Lebensmitteltabelle für die Praxis. Wissenschaftliche VErlagsgesellschaft Stuttgart
  14. Vitamin B₁₂, https://www.dge.de/wissenschaft/referenzwerte/vitamin-b12/
  15. Institute of Medicine. Food and Nutrition Board: Dietary Reference Intakes: Thiamin, Riboflavin, Niacin, Vitamin B6, Folate, Vitamin B12, Pantothenic Acid, Biotin, and Choline, (1998)
  16. Kon, S. K.; Porter, J. W. G.: The intestinal synthesis of vitamins in the ruminant. Vitamins and hormones.
  17. Degnan, P.H., Taga, M.E., Goodman, A.L.: Vitamin B12 as a modulator of gut microbial ecology. Cell Metab. 20, 769–778 (2014). doi:10.1016/j.cmet.2014.10.002
  18. Rowley, C.A., Kendall, M.M.: To B12 or not to B12: Five questions on the role of cobalamin in host-microbial interactions. PLOS Pathogens. 15, e1007479 (2019). doi:10.1371/journal.ppat.1007479
  19. Allen, L.H.: How common is vitamin B-12 deficiency? Am J Clin Nutr. 89, 693S-696S (2009). doi:10.3945/ajcn.2008.26947A
  20. Elmadfa, I.: Ernährungslehre. Verlag Eugen Ulmer Stuttgart (2015)
  21. Watanabe, F., Yabuta, Y., Bito, T., Teng, F.: Vitamin B12-Containing Plant Food Sources for Vegetarians. Nutrients. 6, 1861–1873 (2014). doi:10.3390/nu6051861
  22. Watanabe, F.: Vitamin B12 sources and bioavailability. Exp. Biol. Med. (Maywood). 232, 1266–1274 (2007). doi:10.3181/0703-MR-67
  23. American Society for Microbiology, https://www.asm.org/index.php/component/content/article/114-unknown/unknown/4739-the-difference-in-eating-habits-between-men-and-women?highlight=YToyOntpOjA7czozOiJtZW4iO2k6MTtzOjQ6Im1lYXQiO30=
  24. Monate, * Alle Preise verstehen sich zzgl der gesetzlichen MwSt Mindestlaufzeit 12: Lebenseinstellung - Veganer in Deutschland 2017 | Statistik, https://de.statista.com/statistik/daten/studie/445155/umfrage/umfrage-in-deutschland-zur-anzahl-der-veganer/
  25. Nutrients | Free Full-Text | Prevalence and Predictors of Subclinical Micronutrient Deficiency in German Older Adults: Results from the Population-Based KORA-Age Study, http://www.mdpi.com/2072-6643/9/12/1276
  26. Nahrungsergänzung, https://www.bzfe.de/inhalt/pressemeldung-6785.html
  27. Office of Dietary Supplements - Vitamin B12, https://ods.od.nih.gov/factsheets/VitaminB12-Consumer/
  28. Körner, U.: Ernährungsberatung in Schwangerschaft und Stillzeit. MVZ-Medizinverlage Stuttgart
  29. Toskes, P.P., Deren, J.J., Conrad, M.E.: Trypsin-Like Nature of the Pancreatic Factor That Corrects Vitamin B12 Malabsorption Associated with Pancreatic Dysfunction. J Clin Invest. 52, 1660–1664 (1973)
  30. Ärzteblatt, D.Ä.G., Redaktion Deutsches: Vitamin-B12-Mangel durch Metformin, https://www.aerzteblatt.de/nachrichten/41325/Vitamin-B12-Mangel-durch-Metformin
  31. Symptoms, https://www.nhs.uk/conditions/vitamin-b12-or-folate-deficiency-anaemia/symptoms/
  32. Bhatia, P., Singh, N.: Homocysteine excess: delineating the possible mechanism of neurotoxicity and depression. Fundamental & Clinical Pharmacology. 29, 522–528 (2015). doi:10.1111/fcp.12145
  33. Lim, S.Y., Kim, E.J., Kim, A., Lee, H.J., Choi, H.J., Yang, S.J.: Nutritional Factors Affecting Mental Health. Clinical Nutrition Research. 5, 143–152 (2016). doi:10.7762/cnr.2016.5.3.143
  34. Coppen, A., Bolander-Gouaille, C.: Treatment of depression: time to consider folic acid and vitamin B12. J. Psychopharmacol. (Oxford). 19, 59–65 (2005). doi:10.1177/0269881105048899
  35. Das Wichtigste über die Alzheimer-Krankheit . DAlzG, https://www.deutsche-alzheimer.de/die-krankheit/die-alzheimer-krankheit.html
  36. Are You Vitamin B12 Deficient?, https://draxe.com/b12-injections/
  37. Butler, C.C., Vidal-Alaball, J., Cannings-John, R., McCaddon, A., Hood, K., Papaioannou, A., Mcdowell, I., Goringe, A.: Oral vitamin B12 versus intramuscular vitamin B12 for vitamin B12 deficiency: a systematic review of randomized controlled trials. Fam Pract. 23, 279–285 (2006). doi:10.1093/fampra/cml008
  38. Vidal-Alaball, J., Butler, C.C., Cannings-John, R., Goringe, A., Hood, K., McCaddon, A., McDowell, I., Papaioannou, A.: Oral vitamin B12 versus intramuscular vitamin B12 for vitamin B12 deficiency. Cochrane Database Syst Rev. CD004655 (2005). doi:10.1002/14651858.CD004655.pub2
  39. Vitamin-B12-angereichertes Zahngel für Vegetarier - BZfE, https://www.bzfe.de/inhalt/vitamin-b12-angereichertes-zahngel-fuer-vegetarier-alternative-zu-nahrungsergaenzungen-29020.html
  40. Vegane Ernährung, https://www.ernaehrungs-umschau.de/print-artikel/11-07-2014-vegane-ernaehrung-teil-2/
  41. Read “Dietary Reference Intakes for Thiamin, Riboflavin, Niacin, Vitamin B6, Folate, Vitamin B12, Pantothenic Acid, Biotin, and Choline” at NAP.edu.